Bruno Latour

Bruno-Latour

Bruno Latour  é antropólogo, sociólogo e filósofo francês, nascido em 1947, com destacada atuação nas áreas da filosofia da ciência e da natureza, e no campo de conhecimento que denomina ecologias políticas. É doutor em filosofia pela Université de Tours e em antropologia pela École des Hautes Etudes en Sciences Sociales, em Paris, onde é hoje professor emérito. Trabalhou como professor na University of California (1989 a 1991) e no Centro de Sociologia e Inovação da École Nationale Supérieure des Mines de Paris (1991 a 2006). É autor de mais de vinte livros, entre eles, Jamais fomos modernosInvestigações sobre os modos de existênciaPolíticas da natureza e Ensaios Sobre a Realidade dos Estudos Científicos. Em 2013, recebeu o prêmio Holberg do governo norueguês. Foi um dos curadores da Bienal de Taipei (2010) e curador de exposições como “ICONOCLASH. Beyond the Image Wars in Science, Religion and Art” (2002), e “Critical Zones” (2020), ambas no ZKM (Center for Art and Media Karlsruhe), Alemanha. Tem publicado sistematicamente artigos e concedido entrevistas para veículos em todo o mundo.

Livros deste autor